Pesquisar este blog

Follow by Email

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Natal? Então, vai aqui minha cartinha ao Papai Noel!

Querido Papai Noel,

Eu fui uma boa menina em 2011. Juro que fui! Trabalhei de graça, gastei minhas economias com caridade, militei pela melhora do Brasil, tratei bem a quem mereceu.
Diante disso, não aceitarei de presente, nada menos do que:

- Uma mordaça: para calar de uma vez por todas o ex-presidente Lula, já que o Câncer era falso;
- Um binóculo: porque a presidente só pode estar cega;
- Uma cartilha de bons modos: para presentear os opositores para que parem de brigar entre si;
- Um par de colhões: para presentear uns senadores e deputados para que peçam as investigações necessárias;
- Um pouco de decência: para o povo brasileiro, que está mais interessado em festas do que em política;
- Inspiração: para mim! Para que eu tenha um “toque de Gandhi” e consiga elucidar questões cruciais para o entendimento do brasileiro;
- Motivação: para aqueles que desistiram e se resignaram;
- Sabedoria: para que o ser humano troque seu egocentrismo pela consciência da interdependência.

Fácil, não, Papai Noel?
Seria fácil, se não estivéssemos falando de BRASIL!

Agora, diante de todas as batalhas que lutei e perdi, sou obrigada a confiar no senhor, meu bom velhinho!

Com esperança,

Filhinha de Papai

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Nem os militares!

Convido o leitor a realizar uma breve pesquisa de opinião.
Se o leitor for morador da cidade do Rio de Janeiro, onde a concentração de oficiais das Forças Armadas e da reserva é imensa, a pesquisa será mais fácil do que tomar um copo d’água. Todo mundo tem um vizinho, amigo, conhecido da padaria....que tem alguma relação com as Forças Armadas Brasileiras.

O que pensam, os militares, sobre os governos FHC e Lula?

Com base na opinião de 12 integrantes da Reserva, com quem tive o prazer de falar, informo que, para eles, o governo FHC foi vilão. Privatizou demais, “vendeu o Brasil”, “arroxou os reajustes salariais e de aposentadoria”. E o Lula? “Lula respeitou os militares e fez um governo mais regular para nós. Deu pouco, mas deu.”

E Dilma?
“Dilma Roussef é uma afronta às Forças Armadas, uma vez que é fugitiva dos militares e ex-guerrilheira”.

Adoro problemas de lógica! Fatos expostos, vamos à ligação dos pontinhos:
José Dirceu, o anticristo político do Brasil, anunciou em 2008, um plano para 20 anos de governo petista. Que audácia!!!??? Não! Ele sabia exatamente o que dizia. E não é nada audacioso!
Durante 2010, uma das perguntas que mais escutei dos próprios militantes da oposição foi: “Mas por que foi que o PT escolheu a Dilma como candidata? Ela não tem curriculum para isso!”.

A ficha pode percorrer um longo caminho até que se complete a ligação, mas uma hora ela cai. E como ando percebendo que a maioria está com dificuldade no processo, vou dar uma forcinha e ver se algumas ligações se completam mais rápido.

Por que o Lula deu continuidade aos programas sociais e econômicos implementados durante o governo de Fernando Henrique Cardoso?
Resposta: Porque o plano de longo prazo exigia programas sólidos que pudessem se perpetuar, mesmo que mudando de nome. A maior genialidade econômica já registrada no Brasil foi o Plano Real, em sua íntegra. Se mexesse com a política econômica Psdebista, Lula cometeria o mais rápido suicídio político da história. E de burro ele não tem NADA!

Por que o ex-presidente Fernando Collor sofreu um processo de impeachment e o ex-presidente Lula não, uma vez que o Mensalão foi o maior escândalo econômico da história do País democrático?
Resposta:  Porque Collor errou menos, mas cometeu muitas gafes a mais! Não houvesse ele incomodado a “gregos e troianos” e se ele tivesse um pouco mais de visão global, talvez tivesse sido reeleito. Seu ego foi maior que sua inteligência política. Seus erros foram piores porque vivemos num País falso moralista. O desvio de dinheiro foi menor, foram menos envolvidos, mas ele mexeu no bolso do brasileiro de uma forma perceptível demais! Tivesse ele nos extorquido milhões em licitações fraudulentas e impostos exorbitantes, o brasileiro não perceberia e o impeachment seria utopia de esquerdista.
Lula, por sua vez, com seu discurso de “não tinha conhecimento de nada”, livrou a  cara se aproveitando da cara de “do povo”, comprou “passes” dos dois lados e, quando um dos  senadores precisava apenas ter levantado o indicador, nada aconteceu. E como o tempo passou, o tempo passou e o brasileiro não sabe mais nem citar quem são os maiores mensaleiros. Além disso, no Brasil sem respeito às leis, a coisa mais fácil de acontecer é prescrição! Médica? Não! De crimes, mesmo!

Por que a escolhida de Lula, Dilma Roussef, logo em seu primeiro ano de governo, enfrenta uma crise política sem precedentes?
Resposta: Porque o plano sempre foi e sempre será, que ela seja desmoralizada, para que seu mentor seja tido como o grande salvador da pátria amada, volte, emplaque a Lei da permissão da terceira reeleição, e estão cumpridos não vinte, mas 24 anos de governo petista. Pelo menos. Porém, caros, não se iludam e não gastem um único ATP tendo peninha de Dilma Roussef. Ela sabe de tudo. Ela está “jogando o jogo”.

Por que o brasileiro fica cada dia mais consciente e, mesmo assim, a situação só piora?
Resposta: Porque isso também está no plano! O plano é fornecer acesso à “informação”, porém, para que gastemos nossas energias defendendo a nós mesmos e nossas causas, preferencialmente, uns contra os outros. Ou seja, hoje, com mais informação disponível, é possível saber que a gaúcha xingou os nordestinos, que o homofóbico prometeu morte aos gays, que o branquelo chamou o outro de macaco, que a criança vai processar os pais porque levou umas palmadas educativas....
Parabéns, brasileiro globalizado! Você levanta bandeira para defender de tudo, sem perceber que o grande objetivo dos “líderes”, é que fiquemos assim mesmo, brigando uns contra os outros, enquanto eles depositam nosso dinheiro suado em contas numeradas em paraísos fiscais.

Por que a situação vai continuar assim?
Resposta: Porque os únicos que tinham poderes para acabar com a festa da impunidade, eram os oficiais das Forças Armadas. Porém, indignados com a figura presidencial atual, eles perderam a motivação, pensando que daqui a pouco, tudo se resolve porque o “Messias da Nação” vai retornar e colocar tudo nos eixos novamente. E ele era operário, não guerrilheiro, filho de estrangeiro, que atentou contra o regime militar. Nem eles têm condição de enfrentar a máquina instalada. Mas se havia esperança de meia dúzia de redentores da Nação, contra o sistema, nem isso há mais, pois eles foram ludibriados.

Por que eu continuo insistindo, se não há mais saída?
Resposta: Porque se a alma não me basta, que deixe de existir o corpo.

Com tristeza,

Filhinha de Papai

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

A verdade é essa, infelizmente!

Não atacarás teu companheiro de partido.

Mas o partido inteiro eu posso?

Pré-candidata à disputa por um cargo na vereança da cidade do Rio de Janeiro, hoje, posso dizer que desde que entrei na política, este é o pior momento que passamos. De longe!
Meu blog tem poucos acessos. A maioria dos seguidores é apartidária. Devo dar Graças! Porque hoje, eu estou sinceramente cansada!

O brasileiro fica se perguntando todos os dias: “Por que tanta corrupção? Por que tanta canalhice? Por que tanta gente do mal e os bandidos no poder?”

Explico, como que num desenho:

Militando politicamente desde....muito, aprendi a duras penas que amor é o último sentimento que move os que ganham um “mínimo” de poder ou visibilidade.

Aprendi que a política brasileira padece, porque desde MUITO CEDO, já na juventude partidária, o jovem troca a ideologia pela ganância.
Aprendi que não se deve confiar em ABSOLUTAMENTE NINGUÉM, pois você SERÁ (tenha certeza, será, sim!) traído! Em quase tudo o que colocar com amor. Se você é por amor, sinto muito! Você está na política pelos motivos “errados”.
Aprendi que o que prego todos os dias em todas as Redes Sociais que frequento, coisas como “não brigue com seus partidários na frente de todos”, é válido para muito pouca gente! Muito pouca MESMO! Eu fico carregando a bandeira da paz, enquanto os que têm um pouquinho ou muito mais visibilidade do que eu, ficam se engalfinhando em público e jogando de tudo bem no meio do ventilador.
Aprendi que com o meu comportamento “branquinho”, não vou muito longe e posso, inclusive, irritar pessoas que me amam e zelam por mim.
Aprendi que preciso gostar muito mais de dinheiro do que gosto de pessoas.

Siglas partidárias não têm significado. Programas políticos só tem UM significado: o de mais valia para quem está em cima. 99,9% das pessoas estão compradas por alguém com más intenções ou têm, elas mesmas, más intenções para quando chegarem ao poder.
E eu, cheia de boa intenção, vou passar o resto da vida dando cabeçadas pela vida e pelas Redes, tentando salvar o que não tem salvação?

Infelizmente, meu pensamento que antes era de salvação “macro”, hoje foi para o campo do “micro”.  No “macro”, nem sei a quem defender!

Jovem, troque sua ambição por poder pela ambição por um Brasil melhor! Se os já não tão jovens não conseguem fazê-lo porque já se corromperam ou decepcionaram há muito, cabe aos que ainda não apanharam tanto da vida, levarem aos demais os planos e a esperança para um mundo melhor para todos.

Oposição, dispa-se das “plumas e rendas” que todos dizem que te cobrem, para fazer uma faxina no País e retomar o que há de importante no mundo. Mas vocês não farão isso! Vossos egos estão inflados demais, para pensarem na inflação dos problemas para a população!

Hoje, bastava UM político com verdadeiro amor à nação, para levar as questões obscuras para investigação e derrubar a banda podre.  Mas quem terá energia, vontade, amor e coragem para fazer alguma coisa?

Só eu? Não mais! Nem eu!

Com fé em achar alguém que tenha o coração tão puro a ponto de entrega-lo ao povo,

Filhinha de Papai.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Cadê o desenvolvimento, Secretário?


Aeroporto Internacional de Brasília – DF: Fila do banheiro feminino no embarque doméstico;



Aeroporto Internacional de Brasília – DF: Fila para comprar qualquer coisa na única lanchonete do embarque doméstico (há outro quiosque, tão lotado quanto!);



Aeroporto Internacional de Congonhas, SP. Vista do aparelho de ar condicionado do finger do portão de embarque doméstico de número 6, pingando MUITA água e molhando passageiros, bagagens e desperdiçando MUITA água! Este foi o primeiro, o segundo aparelho também pingava.


É assim, senhores dirigentes do País, que vocês querem realizar coisas no Brasil?
É com essa (falta de) estrutura que vocês esperam receber os visitantes do mundo todo?

Sem contar o fato de que, ao sair dos aeroportos, não há transporte público suficiente, os táxis são controlados por máfias e, tirando a opção de alugar um automóvel, demoramos quase horas para conseguirmos nos mover para qualquer lugar.

O estacionamento do aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, esteve com sua lotação esgotada nas últimas 4 vezes em que fui buscar visitantes. Ficando eu, rendida à situação de procurar vagas legais (inexistentes) ou ficar em alerta em vagas ilegais.

Diante disso e de todos os demais fatos, fotos, atrasos e dispensas de licitação, mostrem-me, políticos brasileiros, onde é que vocês querem chegar com essa história de “desenvolver o Páis”!

Eu não sou boi e preciso de medicamentos para dormir, então, determinadas justificativas serão ignoradas solenemente! EU estou morta de vergonha! E vocês?

Com a esperança de um pouco mais de DECÊNCIA até para argumentar, vinda dos dirigentes da Nação, encerro meu protesto,

Filhinha de Papai

Defenda quem puder! Cadê o desenvolvimento?

“Eu não quero Copa nem Olimpíada no Brasil!”
- Este é o pensamento clássico do pequeno burguês carioca! A Copa e as Olimpíadas vão ajudar a desenvolver o Brasil! Vocês não vêem isso!
- Se eu morasse em outro País, eu talvez visse dessa forma, mas do jeito que caminhamos, só vejo vantagem para quem está lucrando com os super  faturamentos.
- Vocês precisam enxergar a importância para o povo, que é ter um estádio de futebol na porta de casa, com metrô e estrutura...

Ok, amigo defensor do “desenvolvimento”. Ter um estádio de futebol na porta de casa deve garantir um índice de inflação menor, e eu que perdi o fio da meada do seu raciocínio!

Ora, políticos brasileiros! Por favor, parem de me contar suas melhores piadas!

Ontem, novamente em contato com um dos precários aeroportos do Brasil, só conseguia pensar: “E querem Copa, e querem Olimpíada. Não tem banheiro, mas ninguém se tocou!”

EU sou pequena burguesa? Porque penso?

Devo ser! Afinal, hoje, quem para pára pensar é logo rotulado de “elitista”. Então, se parar para pensar é ser elitista, podem me rotular que aceitarei com orgulho!
É preciso desenvolver o País? ÓBVIO! É vantajoso ter obras estruturais que desenvolvam determinadas regiões? ÓBVIO! Mas, poupe-me, senhor secretário defensor do “desenvolvimento”, mas em relação aos eventos esportivos sendo promovidos pelo Brasil, até agora, eu só vi desenvolvimento nos bolsos dos clubes, prefeitos, dirigentes...

Morei durante muitos anos, bem perto do meu time do coração e seu estádio! Sim, era legal! Mas eu gostava mais de ir à escola e ter Educação! O futebol  preenchia um dia do meu final de semana, mas eu tinha uma escola boa para frequentar e hospital para me socorrer. De maneira que nos fins de semana, podia ir tranquila ver o meu tricolor paulista jogar, porque se eu tivesse um problema no meio do jogo, poderia ser atendida com excelência!

E esse povo, que o senhor citou, que vê tanta importância em ter um estádio na porta de casa? Tem escola boa na porta de casa? Tem hospital bom na porta de casa? Paga menos imposto porque o estádio é na porta de casa?

A “pequena burguesa” aqui, está mais preocupada em perceber que certos estádios estão recebendo mais aporte de recursos do que hospitais públicos já receberam durante a vida INTEIRA de funcionamento.

A “pequena burguesa” aqui, está preocupada porque com o dinheiro que está sendo investido para promover os eventos esportivos, poderia construir escolas e pagar um salário decente aos sofridos professores!

A “pequena burguesa” aqui, está indignada porque o Brasil comemora o endosso da corrupção deslavada!

Mostre-me, em números, senhor defensor da Copa, onde é que estamos desenvolvendo a POPULAÇÃO!

Eu, no próximo post, vou mostrar as fotos da falta de banheiros, do ar condicionado que pingava litros na rampa de acesso ao avião, da fila para comprar um sanduíche. E o senhor, corra atrás para mostrar que eu estou errada e que meu pensamento é totalmente “pequeno burguês”!

Com esperança de cabeças melhores no poder,

Filhinha de Papai

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Vamos retomar o governo da Nau?

Não há mais controle sobre a Nau!
O Brasil está desgovernado! Literalmente!

A falta da queda do Ministro Lupi, provoca indignação coletiva em todas as Redes Sociais frequentadas pelos brasileiros.
E daí?

Novamente, o País espera ansioso por alguma novidade. Novamente, o País espera que seja feita a vontade do povo. Novamente, o País espera por algo que, para muitos, como eu, descrentes e roucos de tanto tentar explicar, é utópico!

“Nunca antes na história deste País”, eu vi tantas coisas completamente inexplicáveis acontecendo. As teorias de conspiração, hoje, encontram uma fortíssima base para se estabelecerem de uma vez por todas, nas cabeças pensantes do mundo.
Partidos políticos viraram ninhos de cobras peçonhentas que só fazem morder ao mais próximo. A Nação está desmoralizada internacionalmente em função da violência incontrolável. O povo está contra o povo, carregando bandeiras diversas, mas sempre querendo que a bandeira própria fique hasteada no pedestal mais alto.

Triste, é perceber que a desistência em função das derrotas, leva os mais puros soldados para o confinamento. Hoje, quem tem forças para lutar, ainda pensa duas vezes, porque o individualismo humano garante que, se você quiser lutar, será sozinho. Ou quase!

Então, sem puder lutar contra um coletivo que oferece atestados de validade aos mais diversos absurdos, o soldado passou a lutar por si mesmo.

Será o fim? Ou pode ser o começo?

Será o fim, se não alcançarmos, finalmente, a consciência de que vivemos em sociedade e PRECISAMOS dela. Será o fim se todos continuarem a pensar que vão morrer antes de resolver, então, que fique de herança para as próximas gerações.

Será o começo, se buscarmos no âmago de nossos seres o que houver de mais forte, de mais valor, de mais consciente. Pode ser um começo, se conseguirmos mostrar que existe futuro sustentável. Será o começo se pararmos de desistir das batalhas “lutáveis”. Sim, porque é preciso escolher com muito cuidado, a batalha a se lutar!

Hoje, acordo de ânimo renovado, enxergando novamente o começo. Para que eu, você, e todos nós possamos acordar TODOS os dias de ânimo renovado e prontos para a luta pelo bem maior, é necessário que tenhamos o pensamento da “gotinha”. Sim, eu sou apenas uma gotinha num oceano imenso, mas se eu conseguir me juntar à gotinhas parecidas comigo, podemos conseguir um mar menos poluído.

Novamente assinando embaixo daquilo que Ricardo Guimarães, que eu tive a oportunidade de assistir e passar a admirar, explicou no último dia 15/02,  peço que acordem para a INTERDEPENDÊNCIA! http://www.tedxrio.com.br/palestras/ricardo_guimaraes/

Não é possível, hoje, ficar sozinho! E se você não vai ficar sozinho, por que não construir um ambiente onde suas companhias estejam tão confortáveis quanto você?
Não queira ser um pássaro solitário, procurando apenas seu alimento. Entenda que se você se tornar um “estorninho”, seu melhor pode ser oferecido, e você obterá o melhor do “estorninho” ao lado!

Brasil, a luta é contra a fome, a corrupção que leva à fome, pela saúde, pela educação, pelo reestabelecimento da ordem e desenvolvimento.

Na esperança de um Brasil mais justo, um mundo melhor e almas melhores,

Filhinha de Papai

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Eu clamo aos professores!

Peteleco pediu para falarmos sério:

Disseram, hoje, que a “culpa” por estarmos na atual situação é da falta de Educação (Educação escolar, mesmo) do povo brasileiro.

Lamento, mas não é verdade!

Peteleco é uma figura humilde, nordestino, pobre, ficou famoso em 2010, pois teve o “repente de fazer um repente” que foi tudo de “Fala Sério”!

O vírus maior da Nação é, sim, a falta de Educação de base. Mas pior do que isso é o descaso daqueles que a têm, e usam para o mal. Vou falar dos professores, mas neste parágrafo, não é a esta classe que estou me referindo! Refiro-me aos “formadores de opinião”,  HOJE assim intitulados.

Mamãe, professora do ensino público, enche a boca para dizer: “O Regime Militar acabou com o professor!”.
Sim, mamãe, pode ser que você tenha razão, afinal, quando eu nasci, já era fim, já era quase ‘Diretas Já” e você VAI alegar que eu sou o que sou porque não sei de nada!
Mas justifique, minha amada mãe, o fato dos professores não terem movido uma palha para reestabelecerem o “respeito perdido”, instituído pelo Regime Militar.

Mãe, a “coisa” era mais pura! Mais simples! Mais cartesiana! E se hoje eu digo que VOCÊS, professores, são uma das últimas esperanças da Nação, eu quero dizer que vocês deveriam estar lutando com o mesmo pique que tiveram para lutar contra a ditadura imposta pelos militares, contra a ditadura imposta pelos “trabalhadores”.
Se os seus colegas atuais, minha mãe, tivessem interesse em REFORMAR a Nação, poderiam fazê-lo! Correndo, sim, todos os riscos que todos nós, hoje, honestos lutadores por uma democracia limpa, corremos! Você sabe que eu sofro ameaças, você sabe do amigo blogueiro baleado, você sabe que a ditadura voltou! Você está confortável? Aí, sou eu que sei: NÃO! Não está!

Professores do meu Brasil, com todo o respeito e admiração que tenho por vocês, eu CLAMO: SÓ vocês podem, com vosso limitado poder de formar opiniões (afinal, eu sei que hoje em dia o aluno entra em sala de aula DISPOSTO a ignorar o mestre), começar a plantar a semente que vai nos livrar da ditadura vermelha que se instalou no Brasil.

Porém, CLAMO novamente: a CUT não é e nem nunca será representante dos interesses de vocês, professores de bem, trabalhadores realmente interessados na EDUCAÇÃO! A CUT SE UTILIZA da situação vergonhosa de vocês para instalar o caos vermelho e dominar o País.

Juntem-se aos verdadeiros democratas e esqueçam que um dia a direita esmagou vossos gritos no passado! Hoje, precisamos de valores, e professores doloridos por um passado que não se pode mais remediar, não poderão ter a clareza necessária para lidar com a situação!

EDUCADORES (de alma e profissão): politizem-se! E espalhem! Sem vocês, eu não sei o que acontecerá conosco! Fugindo da política porque esta só faz massacrar a classe, vocês não conseguirão nada além da piora galopante de TODAS as situações!

E quando vocês eram respeitados como mestres e tínhamos, às vezes, mais respeito por vocês do que por nossos próprios pais, era a direita que estava no poder. #ficadica!

Ao lado da Educação SEMPRE e oferecendo meus préstimos aos Educadores, com respeito, assino,

Filhinha de Papai

Mudando o tom, para adaptar aos ouvidos atuais!

Meus desprezíveis petralhas, meu País sitiado, povo que me acompanha com um mínimo de indignação,

Eu fui agredida! Eu, tu, ele, nós, vós....todos os pronomes pessoais do caso reto estão sendo agredidos todos os dias!
Eu saio de casa na chuva, para encontrar militantes guerreiros no maior ponto de encontro para protestos da segunda maior cidade do País, e encontro? Aproximadamente, 50 pessoas. Destas, cada meia dúzia carregava uma causa diferente. Contra a Corrupção cada um tinha uma proposta diferente. Mas querem saber?
Nem nosso #euvotodistrital, que foi a causa que EU levei, nem #corrupcaocrimehediondo, nem #fichalimpa...NENHUM desses comove brasileiro. Sabem por quê? Porque não teve passagem no transporte público gratuita e nem sanduichinho no ônibus da excursão que proporcionou a muitos, um “dia fruitivo”.

Brasileiro gosta de música popular. Ontem não tinha.
Brasileiro gosta de brinde. Ontem não tinha.
Brasileiro gosta de PONTO FACULTATIVO para ir para passeata. Ontem foi feriado nacional.

A Filhinha de Papai aqui, só sabe querer um mundo melhor desde 1985. Defeito de nascença, adquirido sei lá de que parte da família, porque a única com esse grau de “otariedade” sou eu, confesso que ontem fui abatida por um belíssimo tiro moral do maior calibre que se pode imaginar. E só não desisti de uma vez por todas, porque tenho o privilégio de ter um verdadeiro companheiro, meu marido, que tenta me mostrar que meu bom coração tem um mínimo de valor.

Ontem, no ápice de meu pranto desesperado, porque se não lutar pela melhora do mundo em que vivemos e, principalmente, do País que chamamos de nosso, eu não sei viver, só me lembrava da célebre frase do famoso personagem “Coronel Nascimento”: “O sistema é muito maior!”.

E o sistema está mais “agigantado” do que jamais vi, em meus humildes 32 anos de vida! Nunca antes na história deste País, eu vi tanto desconhecimento de causa.
Nunca antes na história deste País, eu assisti a estudantes invertendo valores e defendendo a ditadura do dinheiro, enganados por um pseudo pensamento socialista.
Nunca antes na história deste País eu assisti a TANTA GENTE comprada! Os rabos foram presos com correntes tão resistentes, que até o mais inocente dos líderes tem medo, porque o inimigo mora ao lado.....e ele pode te "apagar"!

A “soldada” aqui foi ferida! Porém, com os curativos aplicados pelo meu próprio cinismo, hoje, reencontrei as forças para lutar. Por hora, mudo apenas de tom!
Momentos #prontofalei serão frequentes por aqui, agora.

Com a esperança de consciência coletiva e DE COLETIVIDADE,

Filhinha de Papai

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

"Verás que um filho teu não foge à luta!" - Será?

Freixo deixou o país para dar palestras que já estavam marcadas
O Globo (granderio@oglobo.com.br)


RIO - O deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL-RJ) — que afirmou ter deixado o Rio de Janeiro, com apoio da Anistia Internacional, por causa de ameaças — omitiu que sua saída do país já estava programada por outro motivo. Ele foi convidado a dar palestras sobre a atuação das milícias no estado. A informação do convite foi confirmada na quinta-feira pela Anistia Internacional, que patrocina e divulga as palestras.
Em entrevista à GloboNews, em Londres, o representante da organização, Tim Cahill, afirmou que as palestras já estavam programadas e que foram antecipadas num acordo entre a Anistia Internacional e o parlamentar.
Em nota, a organização informou que convidou o deputado Marcelo Freixo como parte de uma campanha de combate a grupos criminosos, mas não confirmou que o convite teria sido motivado pelas ameaças ao parlamentar, embora a nota registre a existência delas.
O deputado Marcelo Freixo — pré-candidato a prefeito do Rio pelo PSOL — disse, também m nota, que aceitou o convite da Anistia Internacional como uma forma de se afastar do Rio de Janeiro e do país, num momento no qual se tornou mais crítica a questão da sua segurança. O parlamentar afirmou ainda que espera que, neste período de afastamento, sejam tomadas providências para reforçar o seu esquema de segurança.
De acordo com o deputado, apenas no último mês, sete denúncias sobre planos para matá-lo foram recebidas por autoridades.
A primeira notícia de que o parlamentar sairia do Brasil foi publicada pelo GLOBO, na segunda-feira passada. No dia 1 de novembro, Marcelo Freixo deixou o país acompanhado da família, alegando falta de providências das autoridades de segurança estaduais em relação às ameaças de morte recebidas por ele. Na ocasião, o parlamentar não mencionou que participaria de palestras na Europa agendadas previamente.
A Secretaria de Segurança chegou a divulgar uma nota oficial, informando que todas as providências teriam sido tomadas em relação às denúncias, mas que se tratava de medidas sigilosas, porque envolviam a segurança de pessoas. As ameaças a Freixo começaram em 2008, quando o parlamentar presidiu a CPI das Milícias na Alerj.
·         Imprimir
·         Enviar por e-mail
·         Comentar (1)
·         Compartilhar
A notícia acima foi publicada no site do jornal “Extra” no dia 04/11/2011.

É, prezados leitores! Com a notícia acima, eu quero, sim, provar um ponto: Brasil, verás que um filho teu foge à luta, SIM!

Desculpem-me a exagerada franqueza e talvez o que possa ser interpretado como insensibilidade, mas todos nós, participantes ativos ou passivos da política brasileira, temos conhecimento de que o citado deputado é pré-candidato à Prefeitura do Rio de Janeiro, a ser disputada em 2012.

Além de pré-candidato, é Deputado Estadual. Tem o dever atribuído a ele pela população, de lutar pelo Rio de Janeiro e quem o elegeu, em nossa Câmara Estadual. Lutar cercado de seguranças e sempre com assessores por perto. Já Ricardo Gama...

Ricardo Gama, um verdadeiro filho da nação, não foi AMEAÇADO de morte pelos milicianos. Foi, sim, quase APAGADO, quem sabe por quem (humm...palpites?), com tiros na cabeça e no peito. Mas o cara continua lá! De letras no blog, câmera na mão e muito colhão, ele continua, mesmo tendo sofrido um dos piores atentados à liberdade de expressão dos últimos tempos, protestando contra tudo e todos, que acha de errado neste Brasil e, especialmente, neste Rio de Janeiro que está sitiado para TODO O CIDADÃO DE BEM!

As ameaças de morte não são prêmio exclusivo para Marcelo Freixo! Ora, se até eu, uma ninguém, tenho sofrido com trotes e mais trotes e mais trotes telefônicos, a ponto de ter que trocar de números, quem dirá o que sofre um deputado que se atreve a subir numa tribuna para falar?

Então, com o perdão da palavra e torcendo MUITO para que nada de ruim aconteça ao Deputado Marcelo Freixo, aqui ou em qualquer outro lugar, eu tenho apenas que dizer: faz parte do jogo, nobre Deputado! Não concordo muito com seus motivos.

Como diriam os cariocas da gema: “Não sabe brincar, não desce pro play!”

É no Brasil que se combate miliciano!

Torcendo para que nada de mal aconteça ao Deputado, aguardo compreensão,

Filhinha de Papai

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Rancorosos e Deselegantes - PARTICIPAÇÃO ULTRA ESPECIAL DE @Ricazinha!

O texto abaixo, é da amiga @Ricazinha (sigam no twitter, não vou revelar o nome todo), sobre a polêmica e continuando meu raciocínio de ontem. Ela é gente comum, como eu! E milhões de outros brasileiros!

Rancorosos ou deselegantes:@    

Desde o último sábado 29/10/2011 está havendo uma verdadeira mobilização para canonizar em vida o Ex Presidente. Alguns dizem que a doença não é pagamento nem remissão, outros dizem que não haveria essa comoção toda se estivesse em questão alguém de grande plumagem. 
O Brasil, apesar de tudo, é considerado uma dos melhores lugares NO MUNDO para tratamento de câncer em rede pública. O problema está entre o Diagnóstico e o início do tratamento.

Minha revolta é justamente essa, se querer igualdade no tratamento para câncer parar TODOS OS BRASILEIROS é ser considerada rancorosa e deselegante, assumo EU SOU.

Ontem, 01/11/2011, perdi meu tio na luta contra o câncer, um cidadão comum, que demorou 4 meses para conseguir fazer uma biopsia pelo SUS e depois esperou mais de 1 mês por uma vaga no ICC em Fortaleza para começar o tratamento. E esse vaga só saiu rápido porque UM Deputado federal, TUCANO de PLUMAGEM FARTA, se sensibilizou com o problema dele e o ajudou, se não fosse isso, ele já teria morrido antes.

Meu tio, um cidadão comum, não teve médico renomado em festa de aniversário, meu tio um cidadão, comum não teve acesso a medicina de ponta no Sirio Libanês, e não me venham com história de que o tratamento do Ex. Presidente será feito pelo SUS, porque não acredito. Até porque o renomado Hospital criou até uma filial em Brasilia para cuidar de Câncer dos Renomados Politicos.
Meu tio, um cidadão comum, não fez um vídeo usando a doença para que as pessoas se sensibilizassem e tivessem pena dele, muito pelo contrário. Meu Tio, esse cidadão comum, foi o ser humano mais fantástico que conheci, lutou até o fim, sem reclamar, sem chorar, sem se lamentar. Lutou acreditando que venceria a doença.
Mas ela quem o venceu, porque meu tio como cidadão comum, não teve a rapidez e eficiência do Diagnostico do EX.Presidente, pelo simples fato de SER UM CIDADÃO!!!!!! E ficou a saudade.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Só faltava a obrigação da comoção da oposição!

Ontem, dia trinta e um de Outubro do ano de 2011, foi, segundo a imprensa e médicos da equipe do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, o primeiro dia de tratamento quimioterápico do ex-presidente Lula.
Peço aos leitores a licença para intitular tal senhor de “molusco transgênico”, uma vez que em algum dia, ele declarou que o animal que empresta seu nome popular ao seu apelido, era pertencente ao  sub Filo Crustácea.  

Vamos aos fatos:

O senhor em questão é um ser humano (dizem). Como ser humano, ele mereceria todo nosso espírito de solidariedade, compaixão e, por estar sofrendo de uma doença sem cura, nossa comoção pelo fato de um câncer tê-lo atingido.
NÃO!!!
Chega de hipocrisia!

Sim, eu me importo com o ser humano (ainda que o considere desumanizado);

Sim, eu acho que ninguém merece sofrer de doença nenhuma;

Sim, pelo fato de ter perdido amigos íntimos, parentes e, como a maioria das pessoas, algum ente próximo por esta doença horrorosa, eu sei como se dá o sofrimento do doente (e dos que se importam com ele);

Não, eu não acho que o “molusco transgênico” seja melhor do que qualquer outra pessoa na face da Terra;

Não, eu não lamento pelo País, uma vez que considero que ELE foi o grande câncer da Nação;

Não, eu não estou torcendo pela pronta recuperação.

Vou ser apedrejada? Ok! Mas antes, quero defender meus “Nãos”!
Alguém parou para pensar que enquanto o “molusco transgênico” é tratado com honras de REI de País rico, no hospital mais caro da cidade de São Paulo, os demais pacientes do MESMO CÂNCER estão morrendo nas filas do Sistema Único de Saúde, que poderia ter sido reformulado, reformado e reerguido pelo “molusco transgênico”?

Alguém parou para pensar que com o dinheiro desviado para os corruptos -  e o período em que o País foi governado pelo senhor “molusco transgênico” foi, provado historicamente, ser o período onde aconteceram os maiores desvios de dinheiro público – poderia construir hospitais para tratamento do Câncer nos 27 estados da Federação?

Alguém parou para pensar que enquanto nós ficamos aqui, nos penalizando porque um TRANSGRESSOR DAS LEIS E DA ORDEM está sofrendo, ele continua a não se importar com nenhum de nós?

Ora, leitores! Peço desculpas pela decepção causada, se alguém pensava que eu era santa! Não sou! Perdão!
Se ele acabou com tantas vidas, se deixou tantos e tantos na miséria e ainda mentiu TANTO a ponto de iludir a porcentagem absurda de pessoas a quem iludiu, sinto informar, mas sendo sincera e NADA hipócrita: por mim, que morra!

E vocês ainda acham que José Serra tem que ter superioridade de espírito e desejar melhoras? Acho que ele tem tanto direito quanto qualquer brasileiro, de pensar como eu!

Como muitas vezes faço aqui no blog, deixo o convite: reflitam! Acho muito bonito todo mundo ficar pensando em Deus e, consequentemente, ficar tentando ser superior por solidariedade e compaixão! Mas merecem, sim, nossa solidariedade e compaixão, os indefesos, miseráveis, pobres de bens, alma e espírito, deixados à míngua pelo “molusco transgênico” e sua corja de companheiros!

Peço compreensão!

Da Filhinha de Papai, cujo PAPAI morreu em HOSPITAL PÚBLICO, sofrendo, com dor e sem respirar, mas que ainda possui fraternidade para torcer por quem MERECE!

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Garanto: As "quedas" são para inglês ver!

“Cai o rei de Copas, cai o Rei de Ouros....”

Cai o quê, brasileiro?
Cai é a nossa cara no chão, todos os dias!

Segunda-feira! Segunda-feira, ao contrário do que acontece com a maioria das pessoas que conheço, é um dia do qual eu AINDA gosto. Mas estou deixando, rapidamente, de gostar!
Nunca tive medo de trabalho, então, apesar de ser preguiçosa e amante de lasagna, meu lado Garfield não se manifestava com muita veemência. Até passar a acompanhar toda a situação política do Brasil e do mundo.

“NADA MUDA, amor! NADA MUDA” – e ele retruca: “Sim, mas você continua esperando!”.
Eu continuo esperando?

Não!
Tenho que confessar que a expectativa mudou. Sim, eu espero! Mas espero, antes de QUALQUER COISA NA VIDA, que a consciência de coletivo se acomode nas cabeças pensantes demais ou de menos!
Passo a vida tentando levar gente para as ruas e derrubar o que existe de podre no País. Adianta? Quase nadinha, porque hoje, é a lei do “maior valor agregado para mim, e só para mim”! É assim a nossa população! Se o traço pode ser reconhecido até no Velho Mundo, quem dirá no Brasil, que ainda pensa que é colônia portuguesa e que os monarcas vão sustentar a todos nós, índios!

E o brasileiro, que não faz NADA para melhorar a própria vida e tem orgulho de votar NULO, ainda enche o peito para reclamar de TUDO!  
Reclama que a Saúde não funciona, mas vota em quem nunca fez nada por ela. Reclama da Educação inexistente, mas vota em quem faz questão de aniquilá-la pelos bastidores. Reclama dos preços, mas não percebe que os índices de inflação são manipulados para enganar aos olhos menos atentos.

Sou ainda, obrigada a escutar que Fernando Henrique Cardoso, que eu não vou fazer esforço para pedir canonização, mas em momento ALGUM pode ser chamado de “pior presidente que o Brasil já teve”, acabou com o País porque privatizou!

Ahhh, brasileiro! Sabe qual é a sua “marra” com Fernando Henrique? É porque, ao vender PARTE para empresas privadas, os encostados das estatais foram demitidos! Por falta de emprego? Não! Por falta de PRODUTIVIDADE!

Mas do Sarney você gosta, né, Brasil? Afinal, eu até já me esqueci desde quando ele manda e desmanda não só no Maranhão, mas no Senado Federal e adjacências, e continua lá! Hoje em dia, inclusive, “imortal”, pela corrompida e perdida ABL!

O vilão da história? Está virando herói, afinal, é só ficar doente e o sujeito passa, automaticamente, a ter caráter! E ainda leva título de Doutor, sem ao menos ter estudado um quarto do que eu estudei!

Estão comemorando a queda de alguns ministros? Que bom para você, Brasil! Que bom que seu povo ainda se alimenta de um grão de feijão por dia! Porque a “queda” está para a política, como está um grão de feijão para a nutrição diária de um adulto. O feijão é bom? SIM! Mas um grão não faz diferença NENHUMA!

O País da “esmolinha”, hoje, se contenta até com “esmolinha” moral! E como disse a professora mal paga: “Eu vou ser a heroína que tenho que educar quem não tem educação de BASE?”.
Vou não, quero não, posso não!

Boa sorte, Brasil!

Da Filhinha de Papai, POBRE de nascença e vivência, que é chamada de "Filhinha de Papai" porque é branca e sabe escrever!

A volta pode ser amarga ou doce! Escolha a papila gustativa mais adequada!

Sim, voltei a escrever.

Paro, sempre, em função da falta de assunto resultante de tanto descaso, preguiça do povo, desonestidade geral, corrupção que assola desde a mocinha que está indo para a noitada e “molha” a mão do guarda que reclamou que o pneu dela está irregular e o extintor está vencido, até o mafioso chefe de crime do colarinho branco que “molha” a mão do País, apoiado no assistencialismo improdutivo instalado em fortes bases pelo governo atual!

Aponto e confesso:  a Filhinha de Papai, aqui, que sempre foi e sempre será um grande talento em destilar veneno, volta a ser uma cobrinha voraz! Se o veneno estava escorrendo pouco, era porque meu coração mole estava drenando o que a mente dura jogava para a língua. Não mais!

No dia 12 de Outubro, a maioria dos que me seguem, me leem, me acompanham de alguma forma na vida, sabem que eu fiz, apenas com a ajuda de meu super marido e alguns poucos amigos que posso contar usando apenas meus próprios dedos, uma Ação Social de Dia das Crianças, naquela cidade paralela existente no Rio de Janeiro, intitulada Favela da Rocinha!

Não tenho filhos, não os quero, não tenho muita paciência, confesso, para muito tempo com crianças, simplesmente porque tenho pouca energia para acompanha-las, mas as crianças são ainda a minha esperança de futuro e, mais do que isso, podem render papos interessantíssimos! E eu ADORO! Quanto mais “porquês” elas colocam, mais eu me divirto e tenho um prazer imenso em responder TUDO!
Porém, infelizmente, foi assim que o  “dreno” de veneno de meu coração acabou apresentando um defeito.
Crianças são ótimas, mas elas são colocadas no mundo por adultos. E adultos quase sempre não têm nada de ótimos!

Sofrendo há 25 longos anos, fazendo psicoterapia porque tenho problemas em entender a desumanidade humana desde cedinho na vida, tive uma “visão”: de que adianta toda a minha boa intenção, se assim que notada, ela se vira contra MIM?

Ah, ser humano! Ah, ser, que deveria ser humano em toda plenitude da palavra “humanidade”, mas que por utilizar mal de todo o seu potencial “racional”, vira o mais irracional dos seres habitantes da Terra!

Escrevo este post, queridos leitores, para que compreendam: MUDEI! Sim, mudei! Infelizmente, algumas habilidades que me ajudavam a olhar para o lado BOM do mundo, se foram! Talvez voltem, talvez não! Eu não sei! E como não sei, tenho que avisar que não posso prever nada!

Espero que meu lado #prontofalei não machuque a ninguém que não merece ser machucado!

Ainda com fraternidade, energizando para um mundo melhor, deixo meus votos de PAZ!

Abraços,

Filhinha de Papai

sábado, 20 de agosto de 2011

PARTICIPAÇÃO ILUSTRE!! O texto é do amigo Bruno Dornelles de Castro, do Rio Grande do Sul


A máfia verde fará ao Brasil uma proposta que ele não poderá recusar!

O título recorda a célebre frase de Don Vito Corleone, em O Poderoso Chefão, quando o mafioso tem certeza da execução de sua vontade desejada pela vítima, em razão da coação que esta irá sofrer. E assim ocorre em toda a América Latina e África: a máfia em questão age com vontade e força potestativa, conquistando milhares de jovens bonzinhos para a execução de seus planos, sejam eles de boa ou má intenção, maconheiros ou simpatizantes da legalização, rebeldes com ou sem causa ou simplesmente insatisfeitos com o sistema desigual e selvagem, fruto do capitalismo americano e do modelo de economia neoliberal malvada. O México a famiglia forçou a entrar no NAFTA, para que o país fosse superabastecido com o milho americano subsidiado, o que fez a agricultura local quebrar e nunca mais se recuperar. A África, rica em carvão e petróleo, é impossibilitada de explorar seus recursos em face aos seus capangas internacionais, que exigem que toda a sua vegetação seja preservada, mesmo que isso custe a vida de milhares de africanos que necessitam urgentemente plantar para comer. Não estou falando de mafiosos sicilianos, estou falando das ONGs internacionais ecofundamentalistas, e, sim, elas já chegaram ao Brasil e estão no poder.
O documentário The Great Global Warming Swindle denuncia a índole manipuladora de tais ONGs, mas interessante mesmo é o relato do co-fundador do Greenpeace, Dr. Roy Spencer. Este afirma que o Greenpeace, quando criado na década de 80, tinha como objetivo a postulação de meios que preservassem o meio-ambiente em prol da economia de recursos e do uso futuro destes, mas a queda do Muro de Berlim contribuiu para que muitos dos amantes da cortina de ferro soviética, agora soltos pelo mundo, adentrassem e politizassem a organização, de forma com que Spencer asseverou, em certo momento, absurda a luta da organização contra o uso de cloro. Ocorre que o cloro é basicamente importante no tratamento de águas, e obviamente não havia razão para tal atitude, salvo se existisse um interesse maior por detrás, e existia. Não obstante a luta do cloro, oGreenpeace iniciou lutas políticas contra o uso de energia nuclear limpa, contra o uso de agrotóxicos - necessários para uma produção maior e um alimento mais limpo -, contra a plantação de alimentos transgênicos - que há mais de 20 anos são plantados nos Estados Unidos - e agora, contra o "novo mal da hora": a plantação brasileira de alimentos em morros - também chamadas de várzeas - praticadas há mais de um século por imigrantes italianos e alemães que sempre dependeram de tal porção de terra para sua sobrevivência, especialmente na serra gaúcha e em Santa Catarina.
O caso das várzeas se confunde a todos os casos previstos pelo projeto do novo Código Florestal, que ainda falta ser aprovado em votação, no Senado da República. A última grande modificação do Código Florestal ocorreu em 2001, onde foram adicionadas diretrizes completamente absurdas, como a transformação das costas de rios, lagos e mares de trinta a quinhentos metros de distância em Áreas de Preservação Permanente, independentemente destes se localizarem em áreas urbanas ou rurais. Ademais, trouxe a obrigação de preservação das supostas "matas nativas" fixando elas, sem qualquer critério, no mínimo de 20% de todas as propriedades rurais, sob pena de supressão, indiferentemente do fato do Brasil ser uma enciclopédia em termos de vegetação. Claro, a penalidade é excluída, segundo o Código, se o dono da propriedade preencher essa área com árvores frutíferas ornamentais ou industriais, compostos por espécies exóticas. Ou seja, alguém aí já viu alguma seringueira à venda em algum supermercado gaúcho? Em outras palavras, é um preservar por preservar, sem qualquer utilidade humana ou pública, em que se desconsideram totalmente ambas em prol do silêncio e aprovação dos "hippies" do exterior e dos traidores do bem público que aqui trabalham como suas células.
É óbvio imaginar o encargo de tal legislação para o pequeno produtor - aquele que possui menos de dez hectares de terra - que para o sucesso do plantio e sobrevivência familiar, depende da ocorrência de chuva, pois não detém capital ou conhecimento de engenharia e tampouco espaço para montagem de uma barragem em sua propriedade. Não somente isso, o pequeno simplesmente não sobrevive em meio a um dólar baixo e um Mercosul que, com moedas mais desvalorizadas e a produção rural das mesmas espécimes, vêm para o território brasileiro competir com melhores condições do que o próprio brasileiro. Em suma, ocorre o mesmo com toda a indústria, exceto a automotiva, que sempre possui subsídios governamentais para barrar a competição argentina ou uruguaia, como se o Brasil fosse apenas produtor de carro, e não de alimentos, calçados, etc. Assim, imagine tomar, para preservação, pedaços de terra em uma área que certamente já não é mais nativa, de um produtor em tais condições.
O novo Código Florestal em tramitação apenas permite que essas áreas de preservação - agora melhor caracterizadas e flexibilizadas pelo projeto de lei aprovado na Câmara - sejam legisladas, não pela União - que dificilmente saberá diferenciar uma floresta tropical de um pampa gaúcho, como de fato não soube -, mas pelos estados, onde essas áreas estão de fato inseridas! Quando os politicamente corretos falam que o desmatamento foi legalizado, eu pergunto, onde? Extração ilegal de madeira nativa da Amazônia continua sendo crime ambiental, tal como vazamento de combustível em mares territoriais. Então o que os fanfarrões da razão escondem? Simples: agora, em caso de interesse público, do qual somente o Estado poderá se pronunciar a respeito, poderá ocorrer atividade na área em questão, colocando a pessoa novamente acima do meio-ambiente, ao mesmo tempo que continua sendo crime qualquer ação nociva a ele.
E agora, pergunto: "quem são a holandesa Greenpeace e a belga WWF para se meterem no que é melhor para os brasileiros? Se o que é melhor para nós não interessa a eles, desde que nos mantenham com mato de sobra, mas produção alimentícia de menos?". Há uma semana atrás, no blog do Reinaldo Azevedo, foi publicada uma cartilha de uma ONG chamada David Gardiner & Associates - que se auto-afirma uma empresa estratégica para a sustentabilidade ambiental -, da qual fica bastante óbvio o objetivo destas organizações no sentido de tornar nossas áreas verdes em territórios proibidos dos quais o meio-ambiente será preservado, enquanto a agricultura deles se torna forte o suficiente para que sejamos seus futuros clientes e não nos falte alimentos. Ora, a produção brasileira, sem Mercosul, seria igual ou maior a americana! Porém, não foi a primeira vez que segundas intenções de ecofundamentalistas ficam à vista de terceiros. Os e-mails da Unidade de Pesquisa Climática da Universidade de East Anglia, que vazaram no fim de 2009, provam que o Dr. Phil Jones, chefe da unidade na época, sugeriu a exclusão dos dados do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas da ONU, por haver certeza da manipulação dos dados em relação a um suposto aquecimento global. Agora, resta saber da presidente, que já se declarou contra o novo Código Florestal, se seremos para os gringos o Brasil in the jungle que eles desejam ou o Brasil independente, tal como nossa Constituição nos descreve e nosso povo afirma ser.

Bruno Dornelles de Castro - 19/08/2011

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Economia, Ecobobos! ECONOMIA!!!


Sim, eu sou quase uma “ecoboba” também! Sempre admirei o PV, levantei todas as bandeiras que achei válidas, meu marido é incomodado por mim, diariamente, porque peço que economize água, energia elétrica, gasolina, gás....tudo com a seguinte frase: “Amor, o planeta, amor! O PLANETA!”.

Causas válidas sempre serão válidas. Porém, ontem, estava assistindo ao excelente documentário, exibido pelo Canal History Channel, chamado “Profetas da Maldição”. Os “profetas” em questão eram cientistas, explicando suas previsões para o fim da humanidade. Entre eles, sim, aqueles que acreditam no término dos recursos hídricos, no término do petróleo e afins, mas um deles me chamou muito mais a atenção: o Economista que explicava sua teoria de fim do mundo baseado nos fatos ECONÔMICOS mundiais.

Hoje em dia, no mundo, existe muito mais CRÉDITO do que dinheiro! Alguém aqui no Brasil entendeu, em primeiro lugar, a primeira crise dos Estados Unidos em 2008, depois as consequências sobre o mercado mundial, depois, as crises na União Européia, em função de Economias diferentes tentando ser iguais, agora, os protestos na Inglaterra, os Estados Unidos pedindo ajuda à população?....

Hoje, a mundialmente conhecida como “poderosa” HP, ou Hewlett-Packard, abriu o pregão da bolsa americana caindo 22%. Normal?

Brasileiros, acordemos! O mundo acaba em DINHEIRO! E se nós não começarmos a nos informar melhor, agir melhor, entender melhor...não vai dar tempo de acabar a água, o petróleo, ou as calotas polares derreterem. Vamos acabar nos matando, graças às grandes gafes econômicas cometidas por nossos líderes, e não combatidas por nós!
Hoje, José Serra foi primoroso em relação ao assunto! Peço que se dispam de preconceitos e tirem um tempinho para ler no site dele: http://www.joseserra.com.br/archives/1399

#Oremos? Não!! ESTUDEMOS ECONOMIA!

Com amor e fraternidade,

Filhinha de Papai

domingo, 14 de agosto de 2011

Carta para meu pai


Oi, Pai!

De novo, estou eu aqui, torcendo para que as conexões contigo possam ser feitas através da modernidade também! Segunda vez que eu me comunico contigo publicamente, via internet. Será que tem um leitor de blogs, aí onde você está?

É paizinho! Eu não sei ao certo, ainda, como funcionam os mistérios da vida, muito menos os da morte! Mas eu sei que te amo, sempre amei, sempre amarei. Que você me faz falta todos os dias e que eu tive uma sorte imensa de ter tido um homem tão de bem, quanto você, participando da minha criação e me passando valores sólidos de honestidade!

Hoje, pai, eu sei que sou um baita motivo de orgulho para você! Eu fiz tudo direitinho, do jeito que você me disse: não ganho fortunas, mas o que ganho é totalmente honesto! Nunca prejudiquei ninguém deliberadamente (se o fiz, foi sem querer), não “puxo tapetes”, entendo de contabilidade, como você sempre quis, e ainda consigo que digam que eu sou uma pessoa boa! Gostou? Tenho certeza que sim!

Pai, dias como hoje fazem com que eu sinta mais ainda a sua falta, mas eu sinto todos os dias, principalmente porque você sempre foi um ser humano dos mais HUMANOS! E está faltando gente assim, aqui neste mundo!

Peço, somente, que eu continue lembrando dos ensinamentos que você e mamãe me passaram:  que eu consiga, todos os dias, agradecer pela vida maravilhosa que tenho, e lutar para que as vidas de TODOS sejam melhoradas! Que eu saiba separar o joio do trigo, percebendo onde poderei fazer a diferença e onde não posso, absolutamente, agir! Que eu consiga, sempre, dar uma levantadinha nos olhos e olhar em volta, quando estiver concentrada em meu umbigo.

Que eu pratique o amor, que eu aprendi a praticar melhor depois que você me deixou aqui, exatamente porque eu tinha tanto amor pra te dar e muitas vezes, economizei palavras, por bobagens.

Que, de onde você esteja, que você consiga saber que eu tento ser uma pessoa melhor, e parte da culpa disso é sua!

Obrigada, papai! Por ter feito tanta questão de ter uma filha incorrompível em seus valores morais. Se estiver me lendo, ou me ouvindo pensar, tente juntar uma turma do bem por aí, e mande energias desse tipo para cá! O mundo está precisando muito!
Que vocês possam ajudar aos que aqui estão lutando, a espalhar o amor!

Eu te amo para sempre! E agradeço para sempre, por ter passado vinte anos ao seu lado!

Feliz dia dos pais, paizinho!

Beijo com amor,

KK, a legítima filhinha de Papai!

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Podia ser.....eu?

Foi-se!

O último ícone da música, mais conhecida por seus exageros do que pela própria obra, que ainda nos restava para admirarmos  e apostarmos quando é que ela ia falecer, finalmente, cumpriu o esperado e deixou-nos no último final de semana.

E a grande maioria dos comentários que surgem a respeito de seu uso de drogas, são agressivos, como se Amy fosse a pior vilã do século, que veio ao mundo para degenerar criancinhas mostrando a elas que usar drogas e beber são atitudes exemplares.

Por favor, humanidade! Sejamos humanos!

Alguém parou para ter outro pensamento que não seja “esses astros viram astros e se acabam porque não têm cabeça para enfrentar o sucesso, a exposição excessiva, o doce gosto da fama!”? Alguém?

Eu parei. Não posso falar absolutamente nada de negativo da moça falecida e sem direito de defesa. Não, não posso! Eu mesma, dependo de medicamentos psiquiátricos para aguentar a minha própria vida!
Qual a diferença? Eu sou tratada por um médico de respeito e só tomo o que ele me prescreve? Sim! Uma das. Porém, aqui, eu não quero falar dos vícios, das dependências opcionais, dos usos ou desusos de determinadas substâncias, mas sim, sobre o que viramos e estamos virando há tempo, de maneira que seres geniais acabam optando pela fuga completa da realidade.

Proposta?

Vamos humanizar o mundo? Vamos evitar que os seres tenham que ver tanta realidade feia e acabem sofrendo por isso? Vamos tentar encontrar a sanidade no meio de tanta doença?

Corrupção, improbidade, atentados, assassinatos frios, pais matam filhos, filhos matam pais, idosos precisam de delegacia especial para não sofrerem maus tratos (e continuam sofrendo!)....

E o povo reza, ora, se apega na fé, nos entes e entidades. A fé aumenta a cada dia, e a cada dia aumentam os de pouca fé! Eu fico confusa!

E proponho decência! Proponho:
- Decência para enxergar que TODOS somos imperfeitos;
- Decência para admitir que podia ser o seu filho, irmão, primo, melhor amigo, vizinho;
- Decência, para aceitar que as pessoas estão tentando FUGIR porque existe muita coisa ERRADA que não faz sentido, nesse mundo do jeito que ficou!

Para acordar? Café! Porque você trabalha demais e está sempre com sono.

Para aguentar o dia? Fluoxetina, Sertralina, Carboxiamina, ou o que “der mais certo” com a sua crise existencial que não passa!

Para terminar o dia? Calmante! Para você, que trabalhou mais do que deveria, aguentou mais do que podia, sonhou menos do que gostaria e sofreu mais do que imaginaria!

Quem foi Amy Winehouse?

Com todo respeito, ela pode representar a mim, a você, ou qualquer outro, amanhã!

Lamento,

Filhinha de Papai

terça-feira, 19 de julho de 2011

A Lei do "Melhor para MIM!"

Lei. Hoje em dia, uma palavra, aqui no Brasil, que para o desespero de poucos e a naturalidade de muitos, virou até motivo de chacota.

Ontem, assisti a uma excelente palestra do Delegado da Polícia Federal e meu colega de PSDB, Deputado Marcelo Itagiba. Com todo o peso que pode ter uma palestra de um homem com um histórico de 30 anos servindo à Lei.
A Lei, né? Fico imaginando se eu fosse Marcelo Itagiba. Como diz o ditado “Deus não dá asas às cobras”, portanto, virei administradora e não delegada.
Fico com PENA dos homens apegados às Leis de nossa Constituição Federal e seus códigos! Tenho pena, sim! Por que? Porque deve DOER perceber que o brasileiro não é só mal educado. É um natural infrator!

Hoje, aconteceu, novamente, o quê acontece quase todos os dias: saí de casa e fiquei escandalizada, com os níveis que o brasileiro atinge de cara de pau,  falta de noção, educação, informação, visão e, principalmente, EMPATIA!

Fui ao aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim, mais conhecido como Galeão, buscar um amigo. Sou bastante pontual, portanto, sempre que vou buscar alguém nos aeroportos, chego bem antes e uso os estacionamentos deles, que são de responsabilidade da Infraero, conforme descobri hoje (informação fornecida por um Guarda Municipal).
Estacionamento cheio, como quase sempre no Galeão, porém não lotado! Minha vaga era quase um privilégio. Porém, as melhores vagas, as mais próximas da rampa de acesso à área de desembarque e aos elevadores, são, naturalmente, reservadas aos portadores de deficiência física. Porque é o óbvio, é o humano e é LEI!

Seria o aeroporto um prédio público? Se você respondeu sim, continue a ler. Se respondeu não, pode ler para me mostrar que estou errada. Na minha concepção, um aeroporto é, sim, um Prédio Público.
Portanto, de acordo com o Estatuto do Portador de Necessidades Especiais, Título V  “Da acessibilidade em Prédios Públicos”: “ I – nas áreas externas ou internas da edificação, destinadas a garagem e a estacionamento de uso público, serão reservados 2% (dois por cento) do total das vagas a pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida, garantidas no mínimo 3 (três) vagas, próximas dos acessos de circulação de pedestres, devidamente sinalizadas e com as especificações técnicas de desenho e traçado segundo as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT;”
Portanto,  sinto muito, mas todo o amor se esvai de meu coração quando vejo alguém gozando de plena saúde física, saindo do banco do motorista de seu carro e caminhando calmamente e sem qualquer dificuldade motora, para seu destino, o Prédio Público!  Minha revolta é tanta, que chego a desejar que aquela pessoa PRECISE de uma vaga, um dia, e não consiga achar, porque alguém parou indevidamente!

Bom, tudo isso aqui já foi falado, repetido, repetido, repetido,  e o brasileiro continua a ser desrespeitoso e, segundo o simpático funcionário da Infraero que foi tomar as devidas providências, “ABUSADO”. 

Mais abusado ainda, pessoal, se vocês tiverem paciência para assistir ao vídeo que gravei do momento, e perceberem que eu sofri uma tentativa de assédio moral.
Só que o “cidadão” se deu mal! Porque eu posso até ser agredida verbal ou fisicamente, ser ameaçada, ser até morta, mas eu vou LUTANDO! E DENUNCIANDO canalhas como ele!

E o segundo figura, que não aparece no vídeo, dono de um Santana dourado, veio vindo por trás de mim (e o cara era grande!), querendo reclamar também. Conversei com ambos, e expliquei o quão errados estavam.  O condutor do carro de cor prata, que aparece me chamando para a delegacia, alegou que estava ali para buscar a “tia”, “cadeirante”.  Tentei explicar que se a tia era cadeirante, mas ele estava ali, ele não precisava da vaga, pois poderia conduzi-la até uma vaga mais longe. Ao segundo, a mesma explicação e a mesma “desculpa porca”. Conclusão deles e final de conversa: “Vai lá, irmão, no segundo andar, e compra um adesivo de Deficiente pra gente!”.
O dono do carro cuja placa eu filmei, não posso acusar com tanta veemência, porque não me pareceu um carro adaptado, mas ele pode ser inocente. Peço que ignorem a placa mostrada!

Com consciência e fraternidade,

Filhinha de Papai