Pesquisar este blog

Follow by Email

terça-feira, 5 de julho de 2011

"O amor e o pode-eeerrr"

Geralmente, a essa hora da noite, eu costumo ser um pouco mais “engraçadinha” do que o usual. Peço desculpas pelas idiotices escritas que podem surgir por aqui.

O título tinha que ser em homenagem à Rosana! A Rosana não era ótima? Foi a primeira pessoa sobre quem eu soube, ou apenas ouvi um boato, que havia aplicado silicone em algum lugar do corpo! E era bem na bochecha! Sensacional! “Como uma deeeuuuusa, você me manté-ééémmm” e a bochecha siliconada em zoom! Muito bom!

Homenagens à parte, o post, é de protesto, infelizmente!

Todo mundo sabe quem vai ser o candidato à presidência do Brasil, pelo PSDB, em 2014, certo? Ninguém precisa de mim e nem de nenhum jornalista para falar o nome certinho do cidadão (a quem eu admiro muito, em tempo!). Então, permitam que eu me prive de citar nomes!
Bom, “adivinhações” à parte, eu venho inspirada em fatos reais, talvez com personagens fictícios, mas a questão é aplicável até nos relacionamentos amorosos (que, muitas vezes, se parecem muito com os relacionamentos políticos).

Por que é que o ser humano tem a necessidade latente de “subir no salto”? E quando “desce” fica EXTREMAMENTE melhor?
Venho, novamente, com o futebol. Adoro analogias futebolísticas porque, antes do futebol virar comércio, eu gostava demais dele! Voltando ao princípio: assim como no futebol, inúmeras vezes já ouvimos o termo “perdeu porque entrou de salto alto”, na política. Com menos frequência, mas o clichê pode ser facilmente aplicável.

E por que é que nossa inferior mente humana não consegue controlar esse impulso?

Não sei! Talvez meu divino psiquiatra consiga me responder, afinal, ele é “monstruosamente” sábio. Se ele não souber explicar, terei que comparecer a um ritual espírita para bater um papinho com Freud! Ou Jung? Ok.

Fato é que o senhor, que eu tanto admiro, respeito, finjo que fico brava, mas, quando chego perto, viro uma tiete ridícula, TINHA que começar a mostrar seu MELHOR lado político AGORA?
A inspiração hoje é musical, portanto, vou de Adriana Calcanhoto: “....agooooraa-aaaa! Logo agora! Justo agoooooraaaaa-aaa?”. Sério? Por que agora?
Sim, antes tarde do que nunca! Concordo! E estou felicíssima em perceber a reação do ídolo, mesmo que apenas agora, mas, poxa! Podemos construir uma máquina do tempo, voltarmos a Fevereiro de 2010 e o senhor em questão, agir como está agindo AGORA?

O amor e o poder? É porque parece que, quando o poder se esvai, o amor se fortalece!


Da Filhinha de Papai, que admira DEMAIS um dos personagens daqui, por vários motivos, mas, principalmente, porque ele é MUITO parecido com papai,

PAZ!

4 comentários:

  1. Snif. Não podemos voltar. Sem mais comentários. Sem mais delongas. De resto, você sabe....

    Jocas!

    ResponderExcluir
  2. Voce escreve metaforicamente, e as relações que voce faz encontro consistentes. Concordo com voce que Aécio ñ esta se posicionando publicamente como candidato à presidência nas próximas eleições. Creio que é seu modo de fazer política - político entra em contato com o povo só na campanha. Neste sentido ele faz uma política retrógada, anti-cidadã, e elitista exatamente contraria do que se busca. Penso inclusive que se ñ estamos satisfeitos com a escolha do partido com relação ao candidato podemos manifestar-nos com determinação e alterar a situação.
    Gosto do seu texto Karina, mas sinto falta de um pouco mais de clareza quanto à intenção. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Ninguém gosta de perder. Mas acima de tudo pede-se honestidade mental. pois perante fatos não existem argumentos. A nossa amiga Mara, salvo engano, se acercou melhor ao analisar o que você quis desabafar.Enfim esperar é preciso pois "De nihilo nihil" - que espero não seja o caso.

    Ps: Já cogitou pelo menos pensar no nosso ex-senador pelo Amazonas??

    ResponderExcluir
  4. Não tô cogitando candidatura, não, galera! Arthur? ADORARIA! Aliás, há tanto quadro no PSDB para 2014 que acaba sendo até um problema!
    Queria, apenas, que "eles" entendessem o post. Compreendem?
    E as minhas metáforas, são pura proteção! rsrrs

    OBRIGADA, amigos queridos!

    ResponderExcluir