Pesquisar este blog

Follow by Email

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Não sou a mosca da sopa, mas gostaria de ser o ventilador dos olhos!

Oposicionista! Sim, é o que sou hoje.
Talento para ser “do contra”? Não! NOJO do que Luís Inácio “Lula” da Silva conseguiu, com maestria, fazer com nosso tão belo e pacífico País!
Dilma Roussef não é minha amiga. Pessoalmente, acho os “modos” dela um tanto quanto exagerados (para o lado da grosseria), porém, gosto de pensar que são fruto de anos de luta para mostrar que mulheres podem ter poder. Acho uma tremenda bobagem! Mas é apenas e minha opinião. Eu, particularmente, nunca precisei tratar a ninguém com grosserias para mostrar meus talentos profissionais. Mas existem muitas mulheres como ela. Culpa, novamente, do estigma social.
Noves fora, deixo claro que meu objetivo neste post não é avaliar a PresidentE. Meu objetivo, sim,  é tentar servir como uma espécie de ventilador, para tirar dos olhos da população, a fumaça que o governo petista insiste em espalhar, tentando nos cegar!
Há dez anos, tínhamos ricos, pobres, homoafetivos, heteroafetivos, evangélicos, católicos, agnósticos, ateus, judeus, caucasianos (será?), nipo-brasileiros, afro-brasileiros, índios brasileiros, habitantes do Sul do País, do Centro Oeste, do Norte, do Nordeste, do Sudeste, direitistas, esquerdistas, ruralistas, ambientalistas...mas não tínhamos a GUERRA entre ideologias, preferências, estilos de vida e afins, como temos hoje.
Hoje, se a questão é polêmica, mas não agrega importância para a melhoria da vida da população, ahhhhh, aí sim, o Governo vai dar muita prioridade!
Ouvi dizer, de um parente de uma habitante da favela da Rocinha, que a moça em questão não tem interesse em mudar-se do morro. Por quê? Porque ela recebe SETECENTOS reais (OH!! Quanto dinheiro!) em benefícios como o “Bolsa família”. Se descer o morro e vier trabalhar, vai perder o “benefício”.
Lula criou a cultura do assistencialismo nocivo, da rivalidade entre ideologias, como se estivéssemos, o tempo todo, assistindo a uma partida de futebol, entre os maiores rivais. Um tipo Brasil X Argentina.
Funciona assim: se o governo me paga para não trabalhar, vou continuar assim, mesmo não tendo água encanada, esgoto tratado, transporte, bons hospitais e boas escolas. Se o governo não me paga tanto, o “rico” tem obrigação de me dar dinheiro!
Pronto! Está instituída a guerra! Como citei acima, estamos numa terrível e violenta partida de futebol. Se tenho dinheiro, o pobre me odeia. Se sou homoafetiva, os héteros me odeiam. Se sou agnóstica, os religiosos me odeiam. Se sou ruralista, os ambientalistas me odeiam.
Tudo isso para que? Para que deixemos de prestar atenção ao menino que morre por falta de transplante de medula, por falta de VAGA no hospital, e não de doador! Para que não prestemos atenção aos livros didáticos distribuídos com erros crassos em matérias básicas, como Língua Portuguesa e Matemática. Para que não percebamos, que a maioria das obras estruturais do País, está  sendo superfaturada porque eles atrasam os processos deliberadamente, para obterem a dispensa de licitação e superfaturarem com mais tranquilidade. Para que não lutemos por condições melhores para professores, policiais, bombeiros, médicos e outros tantos profissionais que estudam DEMAIS para receberem a miséria que recebem.
Enquanto isso, é louvado o ex-presidente que “conseguiu chegar lá” sem estudo!
Desde quando isso é mérito? Conheço integrantes de famílias mais pobres do que a de Lula que trabalharam e sustentaram seu próprio estudo e cultura, que buscaram mais conhecimentos, e não falsos diplomas, que suaram por cada uma de suas conquistas! ESTES são os heróis!
Mas herói, hoje, é o Alencar! Porque lutou contra o câncer! Só tem um detalhe: é bem mais confortável lutar contra esta doença maldita (sim, eu ainda tenho coração, não desejo a morte de ninguém e não desdenho do sofrimento do pobre homem) no Sírio Libanês, do que na fila do Sistema Único de Saúde!
Liguem o ventilador, abram bem os olhos e reflitam: estaremos, todos, lutando pelas batalhas mais importantes?

PAZ, FRATERNIDADE, SABEDORIA e AMOR, para todos os nossos corações, incluindo o meu!

Beijos,
A Filhinha de Papai

4 comentários:

  1. A "filhinha do papai" está coberta de razão. Depois que entrou o governo dos incomPTentes, digamos que houve um certo comodismo da população. Se macula em dizer que estamos seguindo para o progresso. Mas que progresso? Que desenvlvimento? Brasil pode ter (até) crescido, porém, foi um crescimento sem educar a população. De que basta dar acesso as 'coisas' se as pessoas não foram educadas para utilizar tais? Cadê o governo que prometeu dar a vara e não dar a isca para que o trabalhador fosse atrás dela? - Mas antes querida amiga, a que me referi de "filinha do papai", esse governo ou melhor, este partido que antes tinha uma ideologia "invejável", mesmo eu sem ter noção de muitas coisas por ser um mero adolescente, se esvaiu de toda ideologia, então ao invés de separar ideologias, creio que acabou com elas. Não existe lado, existem interesses, existem pessoas e pessoas que qerem se dar bem. Só que o marketing é pesado em cima dessas irresponsabilidades, mas como já dizia minha sábia avó: a vida é um roda gigante, vocÊ nunca conseguirá se manter no topo. Abraços fraternos e carinhosos desse piauiense que também não se cala e não se contenta com certos rumos que querem tomar para nosso país.

    ResponderExcluir
  2. Só posso dizer o seguinte: OBRIGADA!!!
    Que delicioso comentário!

    ResponderExcluir
  3. Gostei da forma como abordou este tema tão lamentável e real, Lula e seus camaradas petistas elevaram o nível da milenar política do pão e circo nos tirando da platéia e jogando no meio do espetáculo ocupando nossas mentes com discussões ideológicas e nossas barrigas com "bolsas merrecas". Acho muito bom você utilizar um blog para expressar seu ponto de vista político e social ajuda na fundamentação de suas idéias, quero ressaltar que adorei o fato de se referir a Dilma como presidente e não presidenta só tome cuidado com posts muito longos, eu sei quanto é difícil ser breve quando se quer sintetizar um pensamento político, mas procure ser mais objetiva e caso sobre assunto guarde pro próximo post, no mas, lhe desejo parabéns e sucesso!!

    ResponderExcluir
  4. Sensacional, Rodolfo! Fico até sem palavras (e olha que a pessoa aqui é verborrágica, hein!) para agradecer!
    Tens razão! Meus posts tendem a ser muito longos! Por este motivo, um dia, recebi uma crítica que foi um dos melhores elogios para mim. Meu sogro disse: "você é tão cansativa quanto Saramago!"!
    Espero que continue compartilhando este espaço e, se quiser colaborar com algum post, ficarei MUITO honrada!

    Grande Abraço!

    ResponderExcluir