Pesquisar este blog

Follow by Email

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Proposta 4: trânsito! Que caos!


O Rio de Janeiro continua lindo! Não pode, absolutamente NÃO PODE ter o título de trânsito mais violento do Brasil!
Violento segundo os índices oficiais de acidentes de trânsito? Não! O Rio não é o Estado onde mais se morre no trânsito, a cidade não é a capital campeã de mortes no trânsito. Entretanto, a agressividade carioca pelas ruas é nacionalmente conhecida e choca turistas do Brasil todo e alguns de fora do País.

Por que? Que incoerência! Uma cidade que está se preparando para receber a Copa do Mundo de 2014, os Jogos Olímpicos de 2016, recebe milhões de turistas por ano, merece ser vista desta forma?

Está merecendo! Uma vez que nada tem sido feito, além de obras "estéticas", iniciadas quase em totalidade este ano, para demonstração de serviço em época de eleição. Obras ESTRUTURAIS sem estrutura, diga-se de passagem, como os corredores que tanto anuncia Eduardo Paes e que podem funcionar relativamente bem para quem mora em Santa Cruz (matando um cidadão atrás do outro, mas se acham que funciona o BRT assim mesmo, quem sou eu, que não uso, para criticar?), mas não aliviaram em NADA a vida da maior densidade populacional do Rio de Janeiro, que se encontra concentrada em zonas bem menores que a oeste: Sul e Centro. E de MUITA gente que circula de? Carro!

É, pessoal! Gente que tem carro também tem direitos!

Ora, senhores! Não nos iludamos! O brasileiro, por melhor, mais vazio e confortável que seja o transporte público, ainda vai querer dirigir um dia. Só que o transporte público não tem CONDIÇÃO de se tornar eficiente a este ponto que citei, em míseros 4 anos. E o trânsito, então? Dá para melhorar?
Aí dá! Facilmente! Como brincadeira de criança, se houver interesse em fazer.

Temos hoje, uma Guarda Municipal que DEVERIA ter poder de polícia, aplicando, então, sanções até de multa financeira, além de GARANTIR A ORDEM PÚBLICA! Quando não o faz, é porque o agente da guarda nem sabe que tem poder de polícia. Outros, por serem terceirizados, não têm e acham que têm! Coisa de ingerência!

Cariocas, vamos ser realistas? Quem já viu algum agente da Guarda Municipal fazendo alguma coisa além de apitar no trânsito, anotar placa em bloquinho, bater papo pelas ruas e dar voz de prisão para gente fazendo xixi em local público?
Não eu! Nem ninguém para quem perguntei (32 pessoas conhecidas, moradoras da capital).

Hoje, eu, rua Voluntários da Pátria, Botafogo, saindo do médico. Estou aguardando o sinal me permitir atravessar a rua pela faixa de pedestres. Abriu para mim, pedestre, e eu saí andando lentamente. Passou um motociclista, buzinando incessantemente, ignorando completamente o sinal fechado para ele e quase atropelando os pedestres que atravessavam. Atravessei a rua sem perigo e abordei O AGENTE DA GUARDA MUNICIPAL QUE ESTAVA DO OUTRO LADO DA RUA, exatamente o lado por onde o motociclista infrator passou. Pergunto: "Seu guarda! Não dá para você pegar seu bloquinho e multar aquele motociclista, não?" . Resposta dele? "Por que, moça? O que foi que ele fez?".
Oi? Teve pedestre que GRITOU para xingar o infrator e o guarda, a 50 centímetros da cena, não viu?
Até eu explicar, obviamente, o motociclista sumiu. Sem ser multado!

Fenômeno inexplicável da Zona Sul carioca número 2: a fila dupla LEGAL!
É! Parece que por aqui, a fila dupla é LEGAL! Sim, leitores, porque eu pesquiso pelas ruas. Dependendo do poder aquisitivo médio dos clientes da escola, os agentes da Guarda Municipal, que deveriam MULTAR, ajudam na FORMAÇÃO da fila dupla!
"Mas, minha senhora! Se a gente não fecha pelo menos esse pedacinho aqui da pista, como é que esses carros vão pegar essas crianças?" Ehrr....conhece, TE VIRA, colega? Então! Mamy que tem necessidade de pegar filhote burguês no coleginho protegido pela Guarda, pode fazer uma coisinha um pouquinho mais inteligente: busca a pé! De bicicleta, táxi, transporte coletivo...não tem onde colocar o automóvel? Não UTILIZE o AUTOMÓVEL! Difícil?
Mas aqui, no coronelismo carioca, tem dessas "particularidades" que até ficam parecidas com determinação legal, sabem?

Mais um probleminha básico que poderia ser resolvido num piscar de olhos: CARGA E DESCARGA!!!
Vamos lá! Simples como jogo de palitinho: quer encostar um caminhão na sua porta e descarregar uma mudança, um caminhão de refrigerantes, material de construção? Ofereça uma VAGA adequada para tal, e não uma PISTA de uma via PÚBLICA que SÓ POSSUI DUAS, 24 horas por dia!!! Não existe a opção de oferecer vaga? Realize sua carga e descarga APENAS das 21 horas até às 6 da manhã, nas segundas, terças, quartas, quintas ou domingos. Na cidade TODA, não somente nas pequenas áreas do Centro.

Há lugares no Rio de Janeiro onde é impossível transitar o tempo todo na mesma pista. Não existe erro nas estatísticas que apontam que, se você optar por sair da Rua São Clemente, descer até a Rua Humaitá para entrar no túnel Rebouças em direção à Zona Norte, se optar por transitar NA PISTA (não é acostamento nem recuo! É pista para trânsito de veículos) da direita até a entrada do túnel, você não vai conseguir sem encontrar um veículo, muitas vezes DA UNIÃO FEDERAL (Existe um CD dos Correios no meio do trajeto) ou da própria Polícia Militar (utilizando os serviços do Banco Bradesco, localizado no 258A da Rua Humaitá, que possui estacionamento para clientes), estacionado em local proibido, te obrigando a mudar de pista ou aguardar a boa vontade deles se moverem (horas, muitas vezes)!
Precisa pensar demais para resolver esse problema? Ou precisa ensinar esse povo a ter educação? E como se "ensina". Não se ensina! PUNE-SE, que aí a pessoa aprende! Mas aqui isso não acontece!

A Guarda Municipal está funcionando para melhorar isso? De jeito nenhum!! Muitas vezes, o próprio trajeto irregular, como afunilamento de 6 pistas para três, ou bloqueios de duas pistas para uma conversão onde só entra um veículo de cada vez, entre outras...burrices, causam brigas entre motoristas que mesmo não terminando em violência física podem atrasar os demais, causar caos e afins, causam inúmeras colisões laterais leves, onde os envolvidos acabam nem registrando a ocorrência, mas caos novamente, e causam o pior, a violência física mesmo, a perseguição por vingança entre motoristas que, muitas vezes, envolvem outros em acidentes, além das brigas clássicas de socos, pontapés e tapas. Impropérios pelas ruas do Rio são um verdadeiro fenômeno! Não há um dia em que se saia com o carro e não possamos presenciar uma discussão em níveis altos de adrenalina e baixos de linguajar, entre motoristas cariocas. E a Guarda não sabe o que faz ali! Muitas vezes, só atrapalha!

A briga entre classes, então, é inexplicável!
Os motoristas de ônibus são os mais descuidados das maiores capitais do Brasil;
Os motoristas dos caminhões desconhecem leis de trânsito;
Os motoristas de ônibus (em geral), possuem rixas ao volante com os taxistas;
Os motoristas particulares possuem pavor de todos citados acima;
O motorista do carro particular que tem o carro maior ou o carro mais velho, tende a forçar sua vontade, desrespeitando aquele que tem o direito daquela passagem, mas possui o carro menor ou mais novo; Mulheres são vítimas mais fáceis (não eu! Que sou uma cascuda, nesse ponto!).

O que é isso, leitor? As ruas da cidade mais bonita do mundo, ou um campo de guerra?
O que o Senhor prefeito atual fez? Um corredor de ônibus! Além disso, andou jogando um pouco de piche pelas ruas, para tirar um pouco do caráter de pista de raly das ruas do Rio. E SÓ!

Temos ainda o problema de parte do contingente da Guarda Municipal ser formada por funcionários terceirizados. Não pode! Guarda tem poder de polícia e agente da Guarda tem que ser CONCURSADO! É preciso resolver isso com urgência!

Depois, podemos colocar a Guarda Municipal no devido lugar dela: garantindo a ordem pública no âmbito municipal, como patrulhar um pouco mais a região Central (e todas as demais da cidade, incluindo as comunidades! E principalmente, por que não?, as comunidades!) que está violentíssima, abordar e tentar resolver da melhor forma o problema dos moradores nas ruas, garantir o acompanhamento de torcedores, fãs, participantes de eventos especiais...e não passar o dia apitando dizendo quem vem quem vai e multando quem eles acham que tem a cara mais feinha! Da máfia, estabelecida nos pontos de maior disputa por passageiros, como os aeroportos e rodoviárias, eu não vou nem falar neste post. Afinal, eu quero a GM fora do trânsito. Se fora do trânsito, se continuarem mafiosos, vão ter que procurar outra fonte.

A CET RIO, que possui conhecimento de ENGENHARIA DE TRÁFEGO! Ela deveria controlar, planejar e regular esse caos onde estamos inseridos!
E há uma polêmica entre juristas sobre a CET poder ou não multar. Vamos ver o que diz o site da CET Rio sobre a empresa:
A CET-Rio é uma sociedade anônima de economia mista, controlada pelo Município do Rio de Janeiro e vinculada à Secretaria Municipal de Transportes, com capital autorizado, criada de acordo com a Lei Municipal nº 881 de 11 de julho de 1986, constituída pelo Decreto nº 6.918 de 04 de setembro de 1987, regida pela Lei Federal nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976, e por seu estatuto.

Vamos discutir?
Diz o site que a empresa é sociedade anônima de economia mista, CONTROLADA PELO MUNICÍPIO. O que significa que o resultado da arrecadação de multas aplicadas pela CET, é controlada pela nossa Prefeitura. Que pode multar! Portanto, a CET multa, a prefeitura arrecada e paga o valor do convênio do serviço da CET. Só que eles não vão às ruas somente para multar! Eles vão ORIENTAR, que é o que falta em nossa Guarda, que pouco sabe o que faz ali!

Então, para organizar, para realmente planejar baseados em ENGENHARIA, que nos isente das idiotices que estão sendo feitas em nossas vias, diminuindo ou até acabando com o caos deste trânsito, que não tem a menor necessidade de se igualar a São Paulo se agirmos rápido, eu sugiro esta troca! 

A fiscalização sobre estes agentes de trânsito também tem que ser intensa! Para garantir que eles garantam a educação alheia, precisamos garantir que estejam educadamente motivados também!
O contingente de homens da CET pode ser menor do que o da GM, porque a GM apenas auxiliará em parte do trabalho. Os salários dos agentes que multam, tem que ser maiores, para que eles não tenham a péssima idéia de se sustentarem com corrupção, como vem acontecendo!

Atenta,

Filhinha de Papai

Nenhum comentário:

Postar um comentário